Menu
Assistência Social passa a se chamar Secretaria de Desenvolvimento Social
07/12/2023 09:49 em Notícias

Foi publicada, no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (6/12), a lei que altera para Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) o nome da pasta de Assistência Social. A partir desta data, em todos os documentos oficiais, acordos e convênios com a pasta deve constar a denominação atualizada.

O titular da pasta, Beto Fantinel, afirmou que a nova designação surge como um alargamento de visão, de maneira a incorporar outros pilares do bem-estar social, sobretudo na garantia dos direitos sociais básicos. “Mais do que um nome, queremos firmar um conceito das políticas públicas que estamos desenvolvendo para uma transformação social do Rio Grande do Sul”, destacou o secretário.

“Queremos ser, na atenção social, uma referência de um Estado mais justo, mais humano e que gera oportunidades para a conquista de autonomia e para a saída da situação de vulnerabilidade social de milhares de pessoas. Com a inclusão no mercado produtivo e com o aumento de renda, poderão ter uma vida mais digna e com esperança de um futuro promissor”, disse Fantinel.

A pasta trabalha na inclusão socioprodutiva, com oferta de cursos e ações de qualificação. A meta é recuperar a autoestima dos vulneráveis, estimular o ingresso no mercado de trabalho e superar os índices de pobreza e extrema pobreza do Estado.

O trabalho na Sedes abrange também a busca por melhorias na qualidade de vida da pessoa idosa e na atenção à primeira infância. O secretário salientou que o cuidado com essa fase de desenvolvimento da criança pode prevenir condições de pobreza no futuro. Os jovens também são atendidos pelas ações da pasta, que oferece iniciativas para auxiliar no enfrentamento à criminalidade nessa faixa etária, oportunidades para ingressar em universidades e opções para melhorias de vida.

“Não queremos apenas garantir direitos, o que é fundamental, mas também promover caminhos para que essas pessoas possam enfrentar a situação de vulnerabilidade e construir uma nova realidade para seus futuros. Queremos que progridam como seres humanos”, enfatizou Fantinel.

Texto: Ascom SAS

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!